Monday, October 19, 2009

Brasil = futebol



Tenho alguns amigos japoneses e conheci vários outros nestas andaças em busca de matérias interessantes sobre o Japão.

Semana passada fui a uma empresa que vende polpas de frutas congeladas do Brasil. O cara que me atendeu falava um pouco de português. Aí vem aquela pergunta natural: onde você aprendeu a falar e porque?

Resposta: porque gosto de futebol e fui aprender a jogar no Brasil.

Depois desse papo, na volta para casa, fiquei relembrando todos os japoneses que conheço (ou que entrevistei) e que disseram que aprenderam português por causa do futebol brasileiro. Até perdi as contas!

Então, aquela história de que Brasil é sinônimo de café, samba e futebol ainda é verdade entre os japoneses.

Na foto, o Noguyuki Nakamura, apaixonado por futebol, e que morou quatro anos no Brasil.

12 comments:

Karina Almeida said...

é verdade! eu também conheci muitos! até nas filipinas conheci um japonês apaixonado pelo futebol do brasil.

ele me contou que o sonho dele é assistir a um jogo no maracanã. e perguntou: é perigoso se eu for sozinho?

eu expliquei que não é uma boa ideia ir ao maracanã sozinho, sem conhecer o brasil, sem falar português, sem saber nada!

é perigoso sim! mas se for com um brasileiro que pode dar todas as dicas, tudo bem :p

fiquei imaginando aquele japonesinho de 20 anos, sem ter ideia de nada, sem conhecer o caminho, sem saber como são as torcidas brasileiras, sem falar português, indo ao maracanã sozinho! ó céus!

W.DOug said...

Japonês apaixonado pelo futebol, pela cultura e o tempero brasileiro é o que não falta aqui.
Por incrível que pareça tenho uma entrevista com o rapaz da foto feita durante o brazilian day, assim que possível disponibilizarei o DVD para download, na faixa é claro! E assim vocês poderão saber qual a segunda paixão dele...rs
Abrax!

Elisa no blog said...

OI,
Eba, eba!!
Estava esperando ansiosamente por um post seu. Coloquei o seu blog na minha lista e ficava sempre à espreita para ver se vc escrevia.
Como sempre adorei seu post. Minha mãe acha curioso porque o sotaque dos japoneses atuais é diferente dos japoneses antigos no Brasil quando falam português.
bj

Bah said...

Engraçado, meu pai qdo traz alguns clientes do Japão, o pedido que eles fazem é visitar o túmulo do Ayrton Senna. Eles ficaram tão emocionados....

Kisu!

Anonymous said...

Ewerthon, Espero que voce leia esta mensagem. Vi sua materia sobre natalidade no japao, e voce entrevistou uma amiga minha com quem gostaria de entrar em contato novamente. Trata-se de Tomoe Habara, que fez o intercambio na PUC-Rio comigo em 2000-2001. Sou a amiga francesa dela, Vanina, e gostaria muito de entrar em contato com ela. Voce tem alguma dica para mim? Meu email eh: vanina@uchicago.edu
Obrigada,

Shoujofan said...

Muito obrigada por visitar o meu blog e por tudo o que comentou lá. Eu realmente não sabia que o autor daquela matéria tinha um blog sobre o Japão e um blog tão bom. Estarei acompanhando o seu site.

Abraços!

Anonymous said...

Olá Ewerton!
Tudo bem?
Meu nome é Vivian e eu trabalho na COnexão Editorial. Atualmente estamos diagramando um livro didático de geografia para o Etapa e estou a procura de uma foto que ilustre os dekasseguis. Vi fotos suas no site da BBC Brasil e gostaria de saber se o senhor autoriza o uso de uma delas para a publicação.
Qualquer dúvida meu contato é vivianlarita@yahoo.com.br
Se o senhor autorizar gostaia da foto em alta, por favor.
Obrigada!
Vivian

Caruso said...

Fala Ewerthon! Vejo que você está com vontade de recuperar o blog mas ainda segue meio tímido, não? hehehe...casanagem! Maneiro saber que voltou a escrever! Manda ver ae! Abs.

Washington Guimarães - ワシントン ギマランエス said...

Olá, Ewerthon (escrevi certo).

Não vejo problema nisso. Quantos brasileiros insistem em aprender japonês só por causa do animês, mangás ou dos video games?

Eu, na realidade, amo a língua e acho importante aprender uma língua asiática.

Abraços.

Zanucki said...

Li o seu comentário no meu blog.
Não publico por motivo óbvio.
Ganbate!

Afi

Zanucki said...

Alô!
Afinal nem tudo é fiável (que surpresa?) no blogger.com porque logo após aquele seu 1º comentário no meu blog, vim aqui e comentei em 2 posts. Não pude confirmar de imediato a sua publicação deviso a estarem sujeitos a moderação. Agora percebo que algo aconteceu e as mensagens não completaram a sua missão. Não teria importância não fosse o fato de ter ficado privado do meu feedback.

Vejo que se encontra atarefado e entusiasmado com o seu novo projeto. Espero notícias mais esclarecedoras em breve. Estou curioso com a temática.

Falei num dos meus comentários em dois filmes que vi recentemente. Um era o Aruitemo Aruitemo que achei interessante embora tenha um início que pode afastar os mais impacientes. O outro, mais divertido e absolutamente surreal, é o Survive Style 5+. Muito colorido mas também tem um começo muito longo sem justificação. No geral gostei mais do ultimo.

Jorge Gerônimo Hipólito said...

Na década de oitenta, eu via caminhando pelas ruas de São José do Rio Preto mais ou menos meia dúzia de nipônicos. Eles aprendiam futebol no América Futebol Clube. Um deles pintava o cabelo de amarelo. Nunca conversei com eles,mas nem que quisesse não haveria como. Eu acho que eles ficaram por aqui, talvez, dois anos ou mais.