Friday, September 21, 2007

Orgulho de ser brasileiro


"É o amor, que mexe com minha cabeça e me deixa assim, Que faz eu lembrar de você, e esquecer de mim..."

Pessoas,
É batata! Quando a gente vai morar fora do Brasil, passamos a ser muito mais brasileiros. Mesmo eu, com essa cara de japonês, sinto que sou muito mais brazuca.

Até músicas que a gente fazia questão de dizer que detestávamos (e até considerávamos coisa de "terceira categoria", de "gosto musical duvidoso"), a gente passa a cantarolar do nada.
E ninguém te recrimina por isso. Pelo contrário, é muito provável que os amigos até façam coro. Sertanejo é um dos ritmos preferidos da moçada...

O samba é outro desses casos. A gente fica até orgulhoso de ver aquelas mulheres semi-nuas rebolando e requebrando... Mesmo que você não goste do samba, até arrisca uns passinhos. E a gente não precisa ficar nem com vergonha, afinal os japoneses não sabem sambar também. E tem mais: a gente pode dar a desculpa de que esse jeito de dançar é da nossa região no Brasil. É o "samba de raíz".

Vira e mexe, aqui no Japão tem dessas apresentações por ai. Afinal, quando querem mostrar algo do Brasil, invariavelmente são grupos de samba, capoeira, bossa-nova ou futebol. Isso quando não falam de café...

Outro dia fui à Feira Mundial de Turismo. Uma verdadeira vitrine para atiçar os endinheirados japoneses que adoram viajar. Eu adoro também, mas não tenho condições financeiras de ficar rodando o mundo. Aqui, o que os japoneses mais fazem é viajar.

Enfim, fui ver o estande do nosso país e fiquei orgulhoso. O país está investindo pesado para tentar aumentar o número de turistas japoneses no Brasil. Para completar a festa, claro, teve samba.

Bom, hoje fiz um post bem morno. Não tinha muito o que falar.

É isso.

Para o alto e avante!


PS: a foto da russa (dá para perceber que é russa não?) coloquei aqui porque achei que ela tinha um rosto muito bonito. Chamava a atenção no estande do país.

7 comments:

Paulo said...

Tem toda a razão! Aqui a gente se apega ao Brasil mesmo.
Achei ótima a desculpa do samba de raíz regional, vou colocá-la em prática na próxima oportunidade! Hehehehe!

E a Russa encanta mesmo!

Abraços

Afi said...

Será que noto aqui uma ponta de saudade?

Maíra said...

É verdade, sempre disse isso, ficamos mais nacionalistas e começamos a dar valor as coisas que não dávamos quando morávamos lá. Acho isso muito legal!
Bjinhos

Val said...

Oi amore! Eu ri muito com o post!
E sim, nosso país está investindo mesmo para aumentar o nº de turistas japoneses aqui no Brasil, deu no Jornal Nacional semana passada, se não me engano!!! Tomara que funcione e que venham todos para Rio! XD hihihi!!!
Bjs!!!

Karina Almeida said...

eu ja tinha gosto musical duvidoso, antes de vir pro japao :P

e adoro zeze de camargo viu?!

mas eu gosto de praticamente todo tipo de musica! acho que depende do lugar, do momento, da companhia...

so fiquei com trauma de bossa nova! nao aguento mais ouvir bossa nova em toda loja e cafe daqui!! que exagero!!

enfim, concordo que a gente fica mais patriota! eu comprei trocentas blusas com o nome BRASIL bem grande!

pra usar no brasil, eu nao compraria :P

karuzo said...

Serei mais um a concordar com o povo. Ficamos sim mais brasileiros. Qualquer bandeirinha mais discreta eh motivo de orgulho. Sempre gostei do Brasil e acho que defeitos todos os lugares tem. Nao importa se eh terceiro mundo ou primeiro mundo. Todos tem seus pros e seus contras. Esse nosso orgulho que aflora fora do pais acontece qdo percebemos que mesmo morando no primeiro mundo, ha coisas do nosso terceiro mundo que nos fazem falta e nos fazem bem e que nenhum pais de primeiro pode suprir! Viva o Brasil!

ED said...

Pois é Ewerthon, que bom que estão divulgando o turismo “limpo” do nosso país. Quem sabe um dia essa imgem de país do futebol e do carnaval não mude e o mundo saibe que a verdadeira imagem do Gigante é outra bem diferente e bem melhor.

Abraços cara,

PS: A moça russa é muito bonita mesmo, aliás, a russas geralmente são muito bonitas, amo a Rússia! rs