Monday, December 04, 2006

Meninos, eu vi!


No dia anterior à conquista do bicampeonato Mundial de vôlei, dia 3, em Tokyo, Bernardinho lembrou: "para os brasileiros, no esporte não existe segundo lugar".

E por um bom tempo, pelo menos no vôlei, a máxima vai ficar valendo. Em quadra, um time unido, concentrado, com uma técnica apuradíssima deixou uma Polônia, a sensação do torneio, sem reação. Perdida.

Nestas horas, a vida de repórter é dura. A gente torce, e não torce. Vibra disfaçadamente. Respira fundo em alguns momentos decisivos e quase não se concentra no final do jogo. Afinal, temos de calcular todos os passos seguintes ao apito final do juiz. "Vou correr para aquele lado, falar com tal pessoa..."

Digamos que é uma adrenalina em dose dupla.

E assim caros, vi a partida em que o Brasil conquistou mais um ouro para sua coleção. Inesquecível.

Para o alto e avante!

Legenda: Essa foto captei no momento em que entrevista o André. O Giba apareceu do nada e surgiu o abraço na minha frente. De todos que tentavam tirar fotos da cena, acho que eu estava com o melhor ângulo...

9 comments:

zero said...

então meu querido, quero juntar pessoas brasileiras, que estão pelo mundo pra postar no blog, adoro fazer amizades, e isso tb é um de meus objetivos, além de postar no seu blog, vc poderia fazer parte da nossa equipe, postando sobre o mesmo asunto que posta no seu, ou seja, se quiser copiar, tudo bem, e no final de cada post seu, haveria um link para o seu blog, dessa forma tb faria um marketing, que não faz mau pra ninguem...e aí, topas?

irmaos@blogdosirmaos.com

Emanoel Alves said...

ótima foto, cara..

só precisa dar uma clareada nos rostos.. o braço do giba está tão claro q rouba a atenção na foto..

queria estar no seu lugar lá no ginásio.. risos

Mercia said...

Que inveja!!! deve ter sido o máximo!!!!
beijos!

Maíra said...

Parabéns aos nossos meninos de ouro, eles merecem, são muito bons!!
Bjos

Angélica Camacho said...

Felicitaciones por el bicampeonato! Trato de imaginar la adrenalina del momento, no solo como reportero sino como brasileño.

Besos

Paulo said...

Foi muito interessante ver o final do jogo pelos olhos do repórter. Nunca tinha me ocorrido, mas entendo que os minutos finais devem ser uma angústia.
Adorei a foto, que registra a felicidade do momento de uma forma super direta!
Se eu tivesse um Ctrl+C Ctrl+V, iria copiar esse post na certa! :D

Raquel said...

Que foto liiinda! Achei que neste ano ia realizar meu sonho de ver uma final do vôlei, e como repórter. Sonho com isso desde a adolescência. Mas o dia da final coincidiu com a data do exame de japonês. Ainda bem que o Brasil ainda vai vencer muitas finais! Outra oportunidade virá.

Pura Cafeína said...

Aiii que inveja (inveja boa viu?!)
Sou louca pelo Japão...
Adorei aqui!
Beijos =)*

zero said...

e aí meu caro, vai acertar meu convite, pra postar lá no blog? fico no aguardo...