Monday, January 23, 2006

Sou chorão sim, e daí?


Pessoas,
domingo é dia de chorar para mim. Estou sendo sincero! Mas não é à toa não! Choro assistindo os programas japoneses. Meu Deus, como japonês gosta de sofrer! E eu lá, segundo as lágrimas e, às vezes, soluçando forte, como se tivesse acontecido algo muito pior...
Explico melhor: no domingo tem um monte de programa que gosto: um de animais, outro de reforma de casas, um de home stay e outro também no estilo home stay, só que no exterior. Todos, no fim, eu acabo chorando.
Mas você, leitor, deve estar se perguntando: chorar num programa de reforma de casa?? Sim. O programa é assim: você tem uma casa velha, pequena, mal planejada, do ano de 1900 e bolinhas. Manda uma carta e o programa oferece um super hiper renomado arquiteto que vai reformar o imóvel todo. A pessoa sai da casa por menos de um mês -- aqui é tudo rápido mesmo. As vezes eles levantam uma casa toda em um mês! -- e lá vai ele reformar tudo, mas sem perder algumas características da construção. Eles pensam até nos móveis e objetos, pois tudo aquilo faz parte da vida daquela família -- ou fez parte... Bom, no fim, os moradores retornam -- geralmente são velhinhos -- e choram quando vêem aquela belezura. Eu não aguento e choro junto. A trilha sonora ajuda a fazer as lágrimas descerem sem piedade!
Bom, o de animais nem preciso dizer por que, né? É um programa que fala de animais, como outros qualquer. Mas sempre tem uma materéria triste. No último domingo, um tarento (vem do inglês talent, que para a gente seria um simples famoso da tevê) foi ao único centro de reabilitação ou "casa de repouso" para cães velhos que serviram a vida toda como guias para cegos. Não preciso nem contar o resto né? Foi um chororô vexatório! Credo. Usei quase uma caixa inteira de lenços de papel! A pior cena foi quando um cachorro bem velhinho, que tinha sido adotado por uma família -- sim, como há muitos cachorros, eles oferecem para famílias que queiram cuidar desse pobres coitados -- estava já nas últimas. Então, antes de que o pior acontecesse, eles ligaram para a cega que ficou anos com o tal cão para um último reecontro. A tal cega disse apenas para levar o cachorro a um correio em tal bairro. Isso depois de dez anos!!! A mulher viajou até a cidade da cega, chegou ao correio e quando estava ligando do celular, o cachorro reconheceu o lugar e começou a levar a dona. A cega já ficou esperando na frente da casa -- coberta de neve -- e, depois de uns dez minutos, lá estava o cachorro correndo para os braços da ex-dona. Lindo! Comovente! E eu soluçando que nem quando era criancinha... ai que vexame!
Nos outros programas, de home stay, é aquela coisa de se apegar à família e, na hora de ir embora, sempre tem o chororô!
Mas preciso reafirmar aqui que japonês adora um drama. Chega a ser pior que dramalhão mexicano. São histórias de cortar o coração. E novela então? Quando você pensa que o personagem não tem mais por onde sofrer, eles inventam outra coisa para deixar o caso mais sofrível ainda...
E depois sou eu quem gosto de fazer drama!
para piorar a situação, o Carlos, meu amigo, adora ligar para mim depois desses programas, só para me pegar fungando. Que ódio!
É isso gente. Para o alto e avante!

16 comments:

Luciana Nogueira said...

Veto!!!!!
to muito orgulhosa, ta muito lindo teu ploc!!!!
agora vou virar frequentadora assidua...ainda nao vi a historia...sera que to ficando burrinha??? nao achei!
bjos!!!!!!!

Maíra said...

Aqui também passa esses programas de reformas da casa, quer dizer, acho que é americano ou inglês, mas eu adoro na mesma. Se chama extreme make up, que é derivado de um que eles mudam a pessoa toda fazendo plásticas e tudo, só que agora fazem nas casas tb, entre outros do gênero. As vezes também fico com aquela lagrimazinha no canto do olho, mas é só de vez em quando. =)
Política também não é o meu forte, mas aqui não se falava em outra coisa, não tive como não me inteirar das eleições!!!
Beijinhos!

Mari said...

Ewerthon! que lindo o seu blog. me deu muitas saudades do meu "vivendo em Tokyo". lembra dele? Pode deixar que estarei sempre aqui. E olha, eu continuo odiando o dame! hahahaha. beijos.

Marianne said...

ops, só para não ter confusão. sou eu, Marianne mesmo, tá? beijos.

has said...

Soh de ler quase chorei!!! Tem um filme japones que se chama Shining boy & little Randy, assisti no aviao, acho que voce vai gostar!!!

Raquel said...

Ai, eu dava tudo pra te pegar fungando! Vou ligar domingo depois do Ururun!!!! Aliás, assisti domingo passado depois de ficar um tempão sem ver. E claro, foi triiiiste. Um bonitão japonês foi para os confins da India e a despedida foi muito comovente porque ninguém chorou, mas você via que tiveram de lutar muito pra segurar as lágrimas. Acho até que uma das meninas ficou caidinha pelo hóspede. Senti que ela queria abraçá-lo, mas as duas culturas não permitem...

Karina Almeida said...

eu sei que você é chorão! e ainda tem coragem de me chamar de chorona... vê se pode?!

beijos, chorão!

shigeka said...

Eu vi esse episodio do japones bonitao na India!! Vc chorou tbem?? Esse nem foi muito triste vai...O q me irrita sao as pausas pros comentarios dos apresentadores e convidados. Ai, e ainda ficam fazendo quiz?!

has said...

atualizacao diaria???

Para o alto e avante! said...

PARA LU
Brigadinho por ter passado por aqui. Tô louco para ir ver o sol de Toscana... oops, de Ribeirão mesmo. Mas não sei quando não!
bjinho

Para o alto e avante! said...

PARA MAÍRA,
pois é, também já assisti a esses programas americanos. Mas os japoneses são mais apelativos, para o lado emocional da coisa. Quando você assistir um, vai dar razão para mim!!
valeu!

Para o alto e avante! said...

PARA MARI
Marianne,
brigadinho pelo email e pela mensagem no ploc. Espero sua visita por aqui sempre. Depois te escrevo com calma
um beijão

Para o alto e avante! said...

PARA DAL
Pois é. Tem outro filme que vc me falou que eu estou louco para ver. Acho que é de chorar também...
valeu pela dica

Para o alto e avante! said...

PARA RACHELL
Agora que eu já sei, não vou atender o telefone!! Há há
Desse jeito, não vou mais contar meu podres aqui...
bjinho

Para o alto e avante! said...

PARA RACHELL e SHI
Também vi esse urunrun e não chorei muito não. O final foi realmente triste, principalmente por mostrar como eles são fortes mesmo. Fizeram da despedida mais um fato corriqueiro da vida nômade deles.
Bjinho às duas

Para o alto e avante! said...

PARA KARIE
Você só quer me desmoralizar!
Chorona é você e vou contar no meu ploc o porquê. Aguarde!
bjinho